Carta

A Grande Missão

Palavra do Missionário

Maio 2014
Carta

“Ide e pregai o evangelho. Esta é nossa grande comissão.” João 8:32

Mateus 28:18-20

“Então, Jesus aproximou-se deles e disse: Foi-me dada toda a autoridade nos céus e na terra. Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu ordenei a vocês. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos".
Mas...

Romanos 10: 11-15

“Porque a Escritura diz: Todo aquele que nele crer não será confundido. Porquanto não há diferença entre judeu e grego; porque um mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam.

Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.
Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão se não há quem pregue?
E como pregarão se não forem enviados? Como está escrito: Quão formosos os pés dos que anunciam o evangelho de paz; dos que trazem alegres novas de boas coisas.”

Porém, estes que anunciam o Evangelho, que dão direção aos perdidos, força aos fracos, consolam os que choram, libertam os cativos... Precisam de sustento, de manutenção.

Nisso todos são participantes! Para uns, Deus direciona a missão de campo. Para outros, a missão de mandar suprimentos nas trincheiras de combate. Assim, todos estamos unidos no mesmo propósito, glorificando ao Reino e obedecendo o mandamento de nosso Mestre, Jesus.

Como devemos suprir os que nos suprem? Como servir aos que servem?

“A Igreja do Novo Testamento: A Nova Aliança coloca a oferta no contexto de um reino espiritual com uma grande e urgente missão. As contribuições feitas na igreja não são impostos pagos num sistema teocrático. No ensinamento dado aos discípulos de Cristo, não encontramos tributação obrigatória. Em contraste com as leis específicas do Velho Testamento, o Novo nos ensina sobre a importância das nossas ofertas para cumprir a missão que Deus deu à igreja. Cada pessoa verdadeiramente convertida a Cristo dará conforme as suas condições por querer participar do trabalho importantíssimo da igreja.” Parágrafo extraído do site http://www.estudosdabiblia.net/d102.htm - Sob o título: “Deus ama quem dá com alegria!”

E, de fato, assim foi por mais de 300 anos... Esta era a motivação da Igreja primitiva: servir, somar, compartilhar, amar, honrar a Deus...

Paulo defende a manutenção dos que servem (de verdade – não se reportando aos falsos profetas que só querem lucrar com a mentira, o medo e a venda de ilusões que levam nada a lugar algum).

I Coríntios 9:3-13

“Esta é minha defesa para com os que me condenam.
Não temos nós direito de comer e beber?
Não temos nós direito de levar conosco uma esposa crente, como também os demais apóstolos, e os irmãos do Senhor, e Cefas?
Ou só eu e Barnabé não temos direito de deixar de trabalhar?
Quem jamais milita à sua própria custa? Quem planta a vinha e não come do seu fruto? Ou quem apascenta o gado e não se alimenta do leite do gado?
Digo eu isto segundo os homens? Ou não diz a lei também o mesmo?
Porque na lei de Moisés está escrito: Não atarás a boca ao boi que trilha o grão. Porventura tem Deus cuidado dos bois?
Ou não o diz certamente por nós? Certamente que por nós está escrito; porque o que lavra deve lavrar com esperança e o que debulha deve debulhar com esperança de ser participante.
Se nós vos semeamos as coisas espirituais, será muito que de vós recolhamos as carnais?
Se outros participam deste poder sobre vós, por que não, e mais justamente, nós? Mas nós não usamos deste direito; antes suportamos tudo, para não pormos impedimento algum ao evangelho de Cristo. Não sabeis vós que os que administram o que é sagrado comem do que é do templo? E que os que de contínuo estão junto ao altar, participam do altar?
Assim ordenou também o Senhor aos que anunciam o evangelho, que vivam do evangelho.”

Paulo ensina um principio elementar...

Importante salientar... Não vemos relatos de que os Fariseus precisassem usar estes discursos para conseguir seu sustento... Deste a época de Cristo, a mentira é enaltecida.

Quem fala o que o povo quer ouvir é acolhido pelo povo... Quem fala o que agrada a Deus é perseguido, odiado, crucificado... Jesus previu isso!

Como nos afastamos daquele amor que o povo de Deus tinha...

Quando estavam no Deserto, livres... Deus manda fazer o Tabernáculo. Moisés não ameaça o povo com maldições para quem nada der... Nem estipula o que deve ser ofertado... Nem promete recompensas ao que der mais... O que movia aquele povo era tão somente o amor...

Êxodo 35:5-6

“Tomai do que tendes, uma oferta para o Senhor; cada um, cujo coração é voluntariamente disposto, a trará por oferta alçada ao Senhor: ouro, prata e cobre, como também azul, púrpura, carmesim, linho fino, pêlos de cabras...”

Voluntariamente...

Êxodo 36:3-7

“Estes receberam de Moisés toda a oferta alçada, que trouxeram os filhos de Israel para a obra do serviço do santuário, para fazê-la, e ainda eles lhe traziam cada manhã ofertas voluntárias.
E vieram todos os sábios, que faziam toda a obra do santuário, cada um da obra que fazia, E falaram a Moisés, dizendo: O povo traz muito mais do que basta para o serviço da obra que o Senhor ordenou se fizesse.
Então mandou Moisés que proclamassem por todo o arraial, dizendo: Nenhum homem, nem mulher, faça mais obra alguma para a oferta alçada do santuário. Assim o povo foi proibido de trazer mais, Porque tinham material bastante para toda a obra que havia de fazer-se, e ainda sobejava.”

Sobrou!!! Conseguem imaginar isso??? Havia mais do que era necessário, de forma que, Moisés teve que proibir o povo de ofertar!!! Surreal!!!

A motivação era o amor e gratidão. Não havia promessa de prosperidade, cura, poder, unção, conquistas, liberação de destinos, quebra de maldições, etc.

Só o amor... Nada mais!

Importante ressaltar!
Moisés poderia ter omitido o fato de que o suprimento já era mais do que necessário. Ele poderia ter superfaturado o Tabernáculo! Não o fez.
Porque era homem Justo e verdadeiro Profeta.

Qual a característica do justo?

Ezequiel 18:5-8

“Sendo, pois, o homem justo, e praticando juízo e justiça,
Não comendo sobre os montes, nem levantando os seus olhos para os ídolos da casa de Israel, nem contaminando a mulher do seu próximo, nem se chegando à mulher na sua separação,
Não oprimindo a ninguém, tornando ao devedor o seu penhor, não roubando, dando o seu pão ao faminto, e cobrindo ao nu com roupa,
Não dando o seu dinheiro à usura, e não recebendo demais, desviando a sua mão da injustiça, e fazendo verdadeiro juízo entre homem e homem...”

Não roubando...
Não oprimindo a ninguém...
Dando pão ao faminto...
Cobrindo o nu com roupa...
Não dando seu dinheiro a usura, e não recebendo demais...

Gravem estas palavras! Sejam bons observadores...

Podemos resgatar este amor? Em um tempo que o amor de quase todos se esfriaria?

Porém, podemos ainda contar com o remanescente fiel, os que querem fazer a diferença, os que ainda procuram preservar os valores de Cristo e vive-los!

Para viver estes valores, temos que transpor a última fronteira: Vaidade!

João 12:42-43


“Apesar de tudo, até muitos dos principais creram nele; mas não o confessavam por causa dos fariseus, para não serem expulsos da sinagoga.

Porque amavam mais a glória dos homens do que a glória de Deus.”

Quem diz que ser Cristão, mas busca a glória dos homens, não é digno de entrar na Sala do Trono. Observo muitos “irmãos” que disfarçam a Bíblia de agenda... Outros camuflam o seu perfil nas redes sociais com parâmetros do mundo...

Os que querem fazer a diferença possuem a ousadia dos Profetas, a coragem dos heróis da fé e a humildade dos grandes diante de Deus. Isso remete a verdadeira autoridade Espiritual.

Compartilhe este conhecimento com aqueles que ainda não conhecem. Se você não pode pregar para 300 pessoas; pode compartilhar o link abaixo, de nosso site, para seu grupo de amigos. No site há um compêndio deste trabalho, ainda que de forma sumariada. Há escopos de estudos, cartas, tópicos abarcados em nossos Cursos e Seminários, descrição de nossas Obras literárias e um banco de mais de 120 vídeos com mensagens de conhecimento, com conteúdo sólido e amplo. São mais de 200 horas de vídeos. Se, 10% dos que estão em suas redes lerem um estudo ou assistirem um vídeo ou forem motivadas a lerem um livro... Este efeito multiplicador gerado por sua iniciativa trará mais frutos para o Reino. Você estará aplicando o “Ide”. Participando do projeto de Deus em expandir as boas novas. Espalhando as boas sementes.

E, certamente, trará alegria no coração do Pai.

Faça parte deste contingente...
Some ao nosso lado!
Não vamos mudar o mundo... Mas podemos mudar o mundo de muita gente!
Ajudem-nos a manter esta chama acesa!

Faço este pedido novamente a sua vida, seja um colaborador deste ministério, pago alto preço por dizer a Verdade, muitas igrejas que pregam a Mentira já não me convidam mais, pois temem que eu “contamine” os seus membros com a Verdade Bíblica. E isso trás um desdobramento muito grande em minha vida, minha família e meus animais de estimação. Vivo pela Obra, e para a Obra. Ora com um pouco mais, ora com um pouco menos,ora com nada. Mas nunca deixo de trabalhar, procurando dar a melhor mensagem, os melhores seminários, os melhores cursos, as melhores palavras, os melhores escritos. E apesar de não ser um trabalho secular, acabo por trabalhar em tempo integral e não somente às 8 ou 9 horas diárias. Não temos férias há muitos anos, não posso proporcionar as melhores coisas ao meu filho, e o privo de muitas. Só que criança cresce, e precisa de roupa, materiais escolares, uniforme e lógico alguns brinquedos. E nós, missionários que somos, temos sonhos também, sonhos de ter um convênio médico, ou pelo menos de irmos a consultas quando necessário. Temos sonhos de ter uma casa para poder deixar o nosso filho mais seguro. De ver nossos animais saudáveis, de realizar uma pequena viagem a lazer e descanso, enfim de ter suprimento ...

Você pode fazer parte desta história...

Faça parte, não fique a parte...

Que o Senhor te abençoe e te guarde, e o recompense segundo Suas promessas!

Na Unidade da Cruz

Daniel Mastral

Bem Vindos

É com muita honra que trago a vocês uma palavra reconfortante e que sirva de inspiração e edificação para sua vida!

Cartas Anteriores

Video Indicado